Para regar plantas: Borrifador ou Regador?

Para regar as plantas cultivadas em vaso, o ideal é o uso de borrifador ou regador? Sem delongas, a resposta é: os dois! E a quantidade certa de água que ela precisa? Bom, são muitas as dúvidas pra quem tá começando a cuidar de plantas dentro de casa, mas essas são super simples de aprender. E a gente vai explicar tudo bem direitinho por aqui. Vem ver!

1. A forma certa de regar

Antes de tudo, cada planta tem uma necessidade de água diferente. Enquanto algumas pedem um solo mais úmido, outras já nem gostam tanto. E é esse detalhe que vai te dizer qual a frequência ideal de rega. Em geral, algumas plantas só pedem rega quando a terra do vaso estiver seca, e é o que a maioria das pessoas chama de rega moderada.

Outras plantas não gostam muito de ficar com a terra seca, sendo assim, elas pedem rega quase todo dia, o que chamamos de rega frequente. E ainda tem as plantas que reclamam se ficarem com a terra molhada por muito tempo, pois são as plantas que pedem rega reduzida.

Além disso, a frequência de rega para as plantas pede adaptação ao longo do ano. Em meses mais quentes, as regas acabam sendo mais frequentes, pois a água evapora mais rápido com o calor. Enquanto nos dias mais amenos, ou com chuvas constantes, o vaso retém umidade por muito mais tempo, pedindo que as regas sejam mais espaçadas.

Depois de descobrir qual a frequência de rega que sua planta precisa, tem dois detalhes bem importantes pra analisar:

2. O horário da rega e a quantidade de água.

É unânime: o melhor horário para regar sua planta é no começo da manhã e no fim da tarde, quando o sol já não está tão quente. Pois nos horários mais quentes do dia, a água evapora mais rápido. Sendo assim, planta pode não ter tempo suficiente para absorver tudo que ela precisa antes da evaporação. E da mesma forma, após o pôr do sol, a água vai evaporar mais devagar. O que prolonga o tempo da planta em contato com a terra úmida.

3. Agora sim: Rega com Borrifador x Regador

via GIPHY

Muita gente se divide com o uso do regador ou borrifador para regar as plantas. Alguns dizem que o regador acaba despejando água em excesso na planta. Mas o mesmo tempo, dependendo do tamanho do vaso, regar apenas com o borrifador pode ser muito mais trabalhoso (haja força nos dedinhos). E além do mais, o uso do borrifador ainda pode te enganar: molhando apenas a superfície da terra – sem fazer com que a água chegue até a raiz da planta.

A gente gosta de fazer a rega das plantas com regador (e o nosso é lindo, já viu?). Mas vamos colocando água aos poucos, parando sempre que a água demora a descer. Quando a água começa a sair pelo furo do vaso é sinal que já foi água suficiente. Ou seja, já molhou a raiz por inteiro.

Mas a gente também usa o borrifador. Apesar das plantas se hidratarem pela raiz, as folhas sentem bastante quando o dia está mais quente e seco. Sendo assim, também borrifamos água nas folhas pra ajudar a equilibrar um pouquinho as mudanças do clima.

4. E a quantidade de água?

A recomendação de apenas cultivar plantas em vasos com furo não é à toa. Pois é o furo faz aquele trabalho essencial de levar pra fora do vaso toda a água que estiver em excesso na terra. E é exatamente isso que previne apodrecimento das raízes e a proliferação de fungos à longo prazo.

Por isso, não precisa se preocupar muito se tiver colocado água demais, pois o que a terra não absorver, sai pelo furo. O problema mesmo é errar na frequência da rega ou colocar água em pouca quantidade. Quando a água fica apenas na superfície da terra sem chegar na raiz, a planta não vai absorver nada e continuar com sede.

O segredo aqui é testar a quantidade certa pro tamanho do seu vaso. Quando a água começa a sair pelo furo, é sinal que já foi água suficiente. Dessa forma, na próxima rega você vai diminuindo a quantidade, até sair bem pouquinha água.

5. É errando que se aprende

O melhor de tudo é que com o tempo, você começa a entender os sinais que sua planta dá. Quando ela está recebendo pouca ou muita água, ela te avisa: ou murchando ou amarelando – dependendo da planta claro, pois cada uma tem uma linguagem diferente. Temos algumas dicas de sobrevivência para cuidar de plantas, mas é essa conversa de erro e acerto que faz a gente aprender, e se animar pra cultivar mais e mais plantas dentro de casa. <3

Hipo_Regar_Plantas_Borrifador_Regador

Você também pode gostar

2 comentários em “Para regar plantas: Borrifador ou Regador?”

  1. Pingback: A Jibóia parece fácil de cuidar. Mas é mesmo! - Hipó

  2. Pingback: Canela para cuidar das plantas - Hipó

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezessete − 1 =

0
Rolar para cima