A Jibóia parece fácil de cuidar. Mas é mesmo!

Hipo_Vasos_Plantas_Jiboia_Facil_de_Cuidar

A Jibóia é uma planta fácil de cuidar e tem feito muito sucesso na decoração de ambientes internos. Ela fica ótima na sala de estar, em quartos e até em banheiros (desde que tenha boa circulação de ar). Esse sucesso todo é porque elas são plantas muito tranquilas. E à medida que vão crescendo, oferecem um efeito incrível de cascata, o que dá uma vida incrível pra qualquer ambiente.

Elas pedem um cantinho que as deixem protegidas do sol e gostam de terra úmida. O mais legal é que se você esquecer da rega por um dia, ela não vai reclamar de imediato. A jibóia vai te dar aquele tempinho pra se lembrar e remediar a situação sem grandes danos. Mas caso esqueça por mais tempo, ela vai reclamar: fica meio desanimada, com folhas murchas. Mas mesmo assim, ao receber água, ela se recupera em um dia.

Hipo - Jiboia Planta Facil de Cuidara

Longe do sol e de olho na terra:

Quem avisa, amigo é. Nunca, em hipótese alguma, coloque a Jibóia no sol quando perceber ela meio triste, principalmente nas horas mais quentes do dia. Isso pode deixar ela ainda mais murcha, além de queimar as folhas, causando manchas marrons.

Ah! Se regar demais, a Jibóia também não vai achar muito legal. Ela começa a ficar com manchas escuras, molenga e a se desfazer, como se estivesse apodrecendo. Se isso acontecer, diminui a rega de imediato e fica de olho na terra. Só precisa regar a Jibóia quando a terra secar.

E tem dois detalhes que podem prejudicar sua planta, deixando a terra sempre úmida:

  • O vaso em que a Jibóia está plantada não tem furo. Isso faz com que muita umidade se acumule no fundo do vaso, causando apodrecimento de raízes ou proliferação de fungos. Como resolver? É só trocar a planta de vaso e verificar se está tudo bem com as raízes dela.
  • A terra dela não possui drenagem adequada. A gente disse que a Jibóia é fácil de cuidar, e é mesmo. Apesar se estar plantada em uma terra que não seja a ideal, ela ainda pode tentar se adaptar por um tempo. Mas elas precisam mesmo de uma boa drenagem. Isso significa que, ao fazer a rega, a água precisa ser absorvida bem rápido. Se a água demorar a descer ou permanecer úmida por vários dias seguidos (mesmo estando em ambiente claro e arejado), vale a pena pensar na troca da terra. E as terras vegetais são as melhores.
Hipó - Folha Jibóia Variegata

Além de ser fácil de cuidar, a Jibóia cresce rápido!

Quando bem cuidadas, as Jibóias crescem livremente sem se importar muito com o tamanho do vaso que ela está plantada. Isso acontece porque ela desenvolve pequenas raízes aéreas ao longo de seu caule que ajudam na absorção de umidade, tirando um pouquinho a responsabilidade das raízes que estão embaixo da terra. Ou seja, um vaso pequeno não impede ela de continuar crescendo.

Se a sua Jibóia não cresce, por mais que você cuide dela bem direitinho, deixando em ambiente com bastante claridade e ficando de olho na rega, ela pode estar precisando de reposição de nutrientes. Daí tem duas formas de fazer essa reposição: trocando a terra ou adicionado adubo à terra. Se a sua terra for de boa qualidade, particularmente, achamos a adição de adubo mais prática. E nesse caso, damos preferência aos adubos naturais, que não costumam causar muitos danos às plantas. Mas se a terra da Jibóia estiver muito compactada ou argilosa, o ideal é fazer essa troca mesmo.

Hipó - Jibóia Planta Facil de Cuidar

Mas caso seu problema seja outro, e você queira controlar o crescimento da Jibóia, também não tem problema. Sempre que precisar podar, é só fazer o corte imediatamente após a folha, bem na base dela. E pra evitar fungo onde foi podado, e ajudar na cicatrização, é só colocar um pouquinho de canela em pó onde a poda foi feita.

Já que elas não pedem muito espaço de raiz para se desenvolver, conseguimos plantar a Jibóia em todos os nossos modelos de vasos, mas o vaso Gota Serena tem um carinho especial por ela. <3

Olha o resumo para cuidar da Jibóia:

A Jibóia parece uma planta fácil de cuidar e é mesmo, olha por que: ela gosta de ambiente com luz indireta e rega moderada, cerca de 3x por semana. Indicada para quem gosta de estar sempre cuidando das plantas em casa, com tempo livre para regas.

Dicas de vasos para plantar Jibóias, aqui em nossa loja:

Você também pode gostar

32 comentários em “A Jibóia parece fácil de cuidar. Mas é mesmo!”

  1. Oi, não entendo pq o caule da minha Jiboia apodrece, se segui todas as dicas direitinho… inclusive, não regando diretamente no caule, só dos ladinhos. Estou devastada 🙁

    1. Comecei a cuidar de uma jiboia (pelo menos acho que é) cim regas ebum sachê de bokashi. Comecou a desenvilver super bem e está bem cheia e bonita. Porém as folhas estão verde claro. Acho que é problema na rega. Ou o substrato não está aerado. Essa planta está nesse vaso a anos.

    1. Oi, Audrey! Você pode ir completando à medida que a água for esvaziando. Toma sempre cuidado com dengue, tá? Você pode colocar algumas gotinhas de água sanitária na água, pra evitar mosquitos e formação de lodo. Uma quantidade pequena de água sanitária não vai fazer mal à planta.

      1. Simone Bassi Sandoval

        Oiii, temos uma.wie ficou muito tempo sem rega, demos pra nossa filha e ela abandonou, regamos e de um dia pro outro nada dela levantar 🙁 continuamos a rega até a terra umedecer?

        1. Oi, Simone! Olha, quando a jibóia está murcha por falta de água, o ideal é regar ela bem, até começar a sair água pelo furo do vaso. Normalmente ela melhora de um dia para o outro. Mas caso isso não aconteça, infelizmente, pode ser que ela não se recupere mais. :/

  2. Minha planta jiboia esta bonita porém nasceu uma folha com cortes nas beiradas e logo após o seu crescimento nasceu outra perfeita agora esta brotando mais uma nova folha com cortes o que pode ser?

  3. Olá, que especial esse texto!
    Posso pedir uma ajuda por aqui?
    Minha jiboia estava com pintas marrons nas folhas, várias manchinhas circulares que me pareceram ferrugem – mas acredito que não seja. Depois apareceram cochonilhas. Tratei de retirar as cochonilhas e passaram um fungicida spray. Ela pareceria estar se recuperando bem, com várias novas folhas surgindo. E mesmo as folhas com manchinhas estavam verdes e firmes. No entanto, as novas folhas estavam nascendo co dificuldade para se abrirem e sempre com as extremidades bastante queimadas. Além disso, uma região do vaso e um ramo específico mantinham as folhas murchas, independente do cuidado com regas a mais e a menos. Não me senti confortável, pois achei que algo poderia estar errado com ela. Então, há uma semana, retirei todinha do vaso, retirei o saco que prendia o suporte em que os ramos se prendem, podei o excesso de raízes e replantei ela direto na terra – pois ela tinha mais serragem que terra no vaso. Reguei e coloquei ela no seu lugar, com luminosidade, ventilação e sem luz solar direta. No entanto, ela está demorando a se reerguer, as folhas todas murcharam bastante, estão verdes, mas moles e caídas, algumas torcendo as extremidades para dentro. O que pode ser? Água demais ou de menos? Ou devo ter mais paciência por conta do processo de poda e replantio?
    Muito, muito obrigada! <3

  4. Pelo que vi na reportagem rega de mais e sol excessivo pode causar isso, a minha também estava assim e como tirei ela do sol e reguei só quando necessário ela melhorou muito

  5. Oi, eu transplantei uma jibóia tem uns dois pra três dias, pra deixar em uma mesa aqui na minha sala, tem circulação de ar e luz, só que eu não consegui um prato pra deixar em baixo do vaso, então coloquei um feltro, pra água não espalhar de uma vez na mesa, mas também nao impedir de cair.
    Só que ela tá em constante gutaçao desde a primeira noite e hoje pela manhã notei manchas marrons nas pontas de algumas folhas.. saberia me dizer o que pode ser?

    1. Oi, Bruno! Olha, as folhas marrons podem ser um sinal do excesso de água. Mesmo que o feltro não impeça a passagem da água, ele retém umidade no vaso por mais tempo. O ideal é que esse excesso de água corra livremente pra fora do vaso. Nós temos uma opção de pratinho anti mosquito por aqui nesse link: https://hipo–cheio-de-vida.kyte.site/5-acessorios ou caso prefira, você pode demorar a jiboia da mesa sempre que for regar, esperar a água escoar e depois colocar na mesa novamente.

  6. Olá! Comprei minha primeira planta ejá dois dias, e como não tenho experiência nenhuma, me indicaram a jiboia. Vi muitos comentários sobre furos no vaso, contudo o funcionário da floricultura me disse que posso deixar o vaso sem furos, desde que regue com pouca água e só o faça novamente quando a terra estiver seca. Procede essa informação? Agradeço a atenção.

    1. Oi, Maria Luisa! Olha, na verdade a tua Jibóia vai durar um tempinho no vaso sem furo, mas aos poucos ela pode começar a reclamar. Para qualquer plantio em terra, o ideal é que o vaso tenha furo mesmo, pra evitar acúmulo excessivo de umidade. Caso não queira furar seu vaso, nem trocar por outro com furo, você pode substituir a terra em que ela está por água, já que a Jibóia se adapta muito bem à hidroponia.

  7. Olá, minha jibóia está amarelando as folhas ao poucos até cairem. Ela ainda é pequena e deve ter umas 7 folhas. O substrato tá perfeito, segundo a moça que me vendeu mês passado e eu tava regando 3x por semana, mas agora diminui pra 1 ou duas pq a terra tá sempre úmida devido ao frio. Ela tb não pega sol, então não sei mais o que fazer. Podem me ajudar?

    1. Oi, Thalita! Ter diminuído a rega foi uma ótima solução, mas o ideal seria investigar por que ela está segurando tanto a umidade. O que podemos te sugerir seria verificar se o vaso tem furo. Se tiver, verificar se ele está entupido. Outro fator que pode amarelar as folhas luminosidade insuficiente. A jibóia é uma planta que não pede sol, mas gosta de bastante claridade. No fim das contas, se estiver tudo certo, a última etapa seria avaliar se a terra realmente possui boa drenagem. Esperamos ter te ajudado, mas tiver mais dúvidas, chama a gente no instagram que tentamos te ajudar.

  8. Olá pessoal! Que delícia esse artigo! Parabéns!

    Tenho uma jiboia hidropônica e algumas folhas (que ficam mais próxima da água) estão amareladas. Devo retirá-las? Como evitar que isso aconteça com outras folhas?

    Elas estão em ambiente arejado sem incidência direta de sol.

    Agradeço pela resposta.
    Abs

    1. Oi, Flávia. Brigadão! Você pode retirar elas sim, porque as folhas amarelas não voltam a ficar verdes novamente. E removendo elas, você economiza energia da planta. Elas podem estar amarelando por receberem menos luminosidade que as demais. Seria o caso?

  9. Várias das jibóias que mantenho só na água estão “queimando” sem motivo aparente, principalmente pontas das folhas mais novas (e até a folha inteira, antes mesmo de abrir) não tem nada amarelado em volta, só fica uma parte toda preta e quebradiça 🙁 O que pode ser? Já tenho elas na água já algum tempo e só agora isso começou.

    1. Oi, Ivanna! Olha, quando elas queimam a ponta pode ser indício que o ambiente está quente ou com baixa umidade. Você pode tentar mover sua jibóia para um lugar mais fresquinho ou borrifar água perto ela ao longo do dia, que já ajuda a amenizar esse calor que chegou com o fim do inverno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 1 =

0
Rolar para cima